ORIENTAÇÃO PARA PAIS

Primeiramente é importante entendermos que cada criança é única, possuindo suas necessidades e particularidades. A Orientação de Pais é feita por um profissional especializado e auxilia os pais a entenderem o funcionamento da dinâmica familiar e dos aspectos que ajudam e atrapalham na relação com os filhos.

Algumas dicas para um melhor relacionamento entre Pais e Filhos:

- As crianças tendem a seguir e a se espelhar nas atitudes dos pais e não no que os pais simplesmente falam;

- Deve haver sempre um respeito mútuo entre pais e filhos (os filhos devem respeitar os pais, mas TAMBÉM os pais devem respeitar os filhos);

- Evite discussões do casal na frente da criança (problemas e dificuldades do casal devem permanecer apenas entre o casal);

- Não faça comparações entre os irmãos, com os amigos ou colegas; isso pode reforçar a rivalidade entre eles além de ser prejudicial à autoestima das crianças e dos jovens;

- Deve existir uma opinião em comum com relação ao pai e a mãe (pai e mãe devem agir da mesma forma com relação à educação das crianças);

- Limite é de fundamental importância à saúde emocional dos filhos e deve-se sempre prezar pelo equilíbrio entre a falta de limite e o excesso do mesmo, pois os dois extremos são igualmente prejudiciais;

- É importante que os pais observem seus pensamentos e sentimentos ao lidar com seus filhos, pois às vezes um descontrole emocional pode levar os pais a ter atitudes que podem causar dor, frustração e pequenos traumas às crianças;

- Esteja atento às mudanças comportamentais dos filhos, pois isso pode ajudar a perceber as dificuldades que possam estar ocorrendo na vida deles.

“Educai as crianças e não será preciso punir os homens.” (Pitágoras)